Um lar sustentável

Quinta do Cortinhal

A casa da Quinta do Cortinhal já é finalmente habitada e já há testemunhas da sua eficácia energética mantida de forma sustentável 🙂

Todo o esquema desta casa foi pensado cuidadosamente de forma a garantir uma quase total independência relativamente ao uso de recursos. É um prazer imenso experienciar em primeira mão um viver quotidiano onde os gastos e desperdícios são mínimos. A natureza é realmente capaz de nos dar tudo de forma generosa e se seguirmos os seus princípios e os respeitarmos, é possível criar um ciclo fechado onde os recursos circulam e são devolvidos à sua origem.

Trata-se de um retorno muito belo à simplicidade e sente-se uma satisfação imensa em fazermos parte e vivermos segundo uma ordem natural muito sábia.

Então partilhamos aqui algumas fotografias onde se ilustra como tudo funciona.

Começando pelas águas:

Temos acesso direto à água da ribeira, cujo caudal é direcionado a todas…

View original post 496 more words

My Father from Sirius (2016) – documentary trailer

Einari’s childhood could have been like that of any other Finnish boy. His father, Veikko, was an ordinary guy with a job at the local tax office and his mother worked as a radio journalist. Everything changed when Einari was 12 years old; Veikko experienced enlightenment and announced that he was a messenger between Earth and Outer Space. Henceforth, Veikko could see extraterrestrial beings, contact the afterlife and display supernatural healing abilities. Einari and Veikko became a team and the entire universe was open to them. Now, 25 years later, Einari confronts his father with his doubts.

 

2ª Jornada de Verão

Recuperação ecológica do Cabeço Santo

A segunda jornada voluntária de Verão, e última antes das “férias voluntárias”, decorreu no dia 15 de Julho e foi dedicada à rega das árvores e arbustos plantados no último Inverno.

Com uma participação de 8 voluntários (9 de manhã), e a experiência adquirida a duras penas no ano passado, a equipa foi para o terreno devidamente equipada, com um depósito de mil litros na carrinha, uma mangueira de 50 metros com torneira na extremidade, vários regadores e uma moto-bomba a gasolina. Os trabalhos iniciaram-se na Benfeita e aí decorreram quase toda a manhã, em terreno difícil, tendo o mais fácil sido mesmo o enchimento do depósito, a partir do tanque de rega aí existente. As árvores lá se encontravam, em geral em bom estado, até mesmo algumas das que foram afectadas pelo incêndio de 28 de Abril!

DSC_1617 Trabalhos em curso na Benfeita

DSC_1621 O terreno acidentado e os obstáculos (neste…

View original post 261 more words

Deviate – Official Trailer

DEVIATE is an upcoming feature length documentary that tells the stories of marginalised people around the world that are most affected by disasters. It investigates the underlying causes of perpetual cycles of vulnerability that keep people trapped in a status quo characterised by chronic risk. In the midst of these symptoms of structural injustice, the film will identify individuals, communities and movements that choose to resist, revolt, rebel and disobey; to deviate from a destructive trajectory.

Expected in 2018.

You might think that disasters are inevitable. Think again. #Deviate

Featuring Anthony Oliver-Smith, Ksenia Chmutina, Christina Sardaneta, Ben Wisner, Lee Bosher, Dannielle Owens-Reid, Juan Carlos Lopez Garcia, Angel Lopez Cisneros, Bryan Giardinelli, Doug Rawlings, Gonzalo Lizarralde, Heidi Harmon. With special thanks to The University of Newcastle, Australia.

Written and Presented by Jason Von Meding
Produced and Directed by Joseph von Meding

1ª Jornada de Verão

Recuperação ecológica do Cabeço Santo

Realizou-se no dia 1 de Julho a primeira jornada voluntária do Verão de 2017. Participada por voluntários de quase meio país, a maior parte deles estreantes, contou com um dia fresco e agradável, nem parecendo dar as boas vindas ao mês mais quente do ano.

Os trabalhos decorreram numa área da Benfeita onde se tinham plantado árvores no último Inverno e onde o fogo chegou a tocar no dia 28 de Abril, embora sem fazer grandes estragos. Aqui a rebentação das antigas toiças de eucalipto tem-se realizado por persistente intervenção de corte e de facto muitas “compreenderam” que o seu tempo já terminou, mas outras ainda continuam a insistir. Por isso os trabalhos deste dia consistiram essencialmente no corte de rebentação com machados. Ainda houve também uma pequena intervenção numa mancha complicada de Acacia melanoxylon que aí existe, mas a densidade das plantas é tão grande que parece exigir outro…

View original post 323 more words