Biosfera 504 – Impacto das alterações climáticas nos répteis e anfíbios

untitled
Salamandra lusitânica

“De acordo com estudos recentes, 63% dos anfíbios e 36% dos répteis em Portugal estão em situação de vulnerabilidade face às alterações climáticas. Estes seres vivos são bioindicadores que traçam o futuro da biodiversidade na Península Ibérica.
Com o “LIFE Charcos” conhecemos projetos de recuperação destes ecossistemas onde habitam estas espécies classificadas como Vulneráveis.”

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s